Partilhar Lisboa

Abril 17 2007
Não sei se já vos tinha dito ... mas vou a Budapeste em Junho!
Partilhado por AnaD às 23:39

nós vamos 15 dias para milfontes em Agosto!! :) também vai ser bom :)
anaazenha a 17 de Abril de 2007 às 23:44

Ferias em agosto é algo que não posso ter, mas tb não faço questão ... vou em setembro mas não sei ainda para onde ... gostava de ir para uma praia paradisiaca , mas não sei se há t€mpo, se é que me entendes

Duas semaninas no alentejo, vão ser o máximo vais ver ... a Ju ainda vem falando cantando ...
AnaD a 17 de Abril de 2007 às 23:53

... se passares por perto da Vidigueira diz... vais até minha casa... sempre podes dar uns mergulhos na piscina e veres o puzzle das 10000 peças e depois fazemos uma churrascada e bebemos umas bejecas... ãtãoi já te convenci!
Rujorian a 18 de Abril de 2007 às 10:14

Alô Alô vidiguera.....

o carro ta no papo...

um home que come outro home é panelero!

ja agora nao se esqueçam de passar pela praia de messejana!

Nuno a 18 de Abril de 2007 às 12:30

Isso deve ser alguma lenga lenga famosa no alentejo ...
AnaD a 18 de Abril de 2007 às 23:47

Apenas me pronúncio sobre Messejana

Parábola da Praia de Messejana
Consta que a virtual Praia tem ancoradouro na seguinte passagem.
Quando o Brito Camacho foi nomeado primeiro-ministro, os messejanenses pensaram logo em tirar proveito da costela conterrânea do governante. Uma comissão de notáveis foi recebida pelo patrício ministro que, serenamente, ouviu das suas reivindicações. Queremos isto, mais isto e aquilo e ainda isto, olhe, e ainda esquecíamos mais isto. Com a fina ironia alentejana que tão bem soube expor nos seus escritos, Brito Camacho, perguntou maliciosamente se, para além daquilo tudo, não quereriam também uma praia lá para a terra. A comissão de notáveis, empolgada com a abertura do governante, ripostou de imediato: arranje então lá a água, que a areia arranjamos nós!
Durante anos a palavra praia esteve erradicada do vocabulário messejanense. Ainda há poucos anos aquando da construção do depósito de água, a malandragem de Aljustrel comentava: os da praia já tem farol e tudo. Eu, quando chego, pergunto sempre ao Diamantino do café: é pá não me arranjas aí uma casa baratinha para alugar pela época balnear. Depois, bebemos um copo e rimos da graçola!

Retirado do blog Alentejanando
http://alentejanando.weblog.com.pt/arquivo/079075.html
Rujorian a 19 de Abril de 2007 às 12:30

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Lisboa é a minha cidade, é quem sou e condiciona o que penso e o que sinto, por isso ao partilhar Lisboa, partilho angústias e alegrias, revoltas e compreensão ... no fundo é um local de partilha de sentimentos!
mais sobre mim
Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
14

15
18
19

22
24
25
26
28

30


pesquisar
 
comentários recentes
Achei este artigo muito interessante tri legal (ht...
Bom diaAcordei bem disposto e também me apetece p ...
ahahah
http://muitaviagem.com.br/reveillon-2016-ano-novo-...
É nuito bonito voçes me fizeram mais feliz
Que aspecto delicioso! Adoro! Bjs bom fim de sema...
Olá Ana! Recebi o teu postal, através do PPC, ador...
Grande Webber, sem capacete! Vou ter saudades dest...
Pois, não foi ontem.Acho mesmo que será o melhor ...
Será já amanhã? Já tem a Pole...A ver vamos, boa s...
Li este post já tem um tempão, mas sinto o mesmo q...
blogs SAPO
RSS