Partilhar Lisboa

Março 27 2007
Vejo a amizade como algo complexamente simples … é um sentimento tão básico, tão inerente à minha condição humana, mas depois fascina-me as suas múltiplas facetas. Esta minha obsessão pela amizade traz-me por vezes dissabores e desilusões, mas continuo a achar que vale a pena, mesmo que me deixe cheia de cicatrizes.
 
Por vezes a amizade não é suficiente e não nos preenche por completo, é normal que isso aconteça, o meu problema é que coloco a amizade acima de tudo, e não estou disposta a arriscar uma amizade por algo que não tenho a certeza que possa existir … mas depois sinto-me incompleta!
 
Ficaram confusos?? Eu também!!
Partilhado por AnaD às 23:39

ui!!! esta não é a Ana que conheço....

Realmente mudaste muito mais do que pensei, de todas as formas talvez se voltasses a ser a mulher sem medo e de convicções fortes não fosse assim tào mau de todo.

Vai em frente!
Mais forte que o arrependimento dos erros que se cometeram temos o arrependimento do que não tivemos coragem de fazer
Nuno a 28 de Março de 2007 às 00:58

Não é uma questão de arrependimento, é uma questão de não querer perder algo valioso!!!
AnaD a 28 de Março de 2007 às 23:35

Ana... isso é mesmo uma desculpa desfarrapada!

Mas de qualquer das formas quem sou eu pra te dar conselhos TODAS as minhas ex estao chateadas comigo e praticamente nem me falam....
Por este caminho qualquer dia apareço como noticia num qualquer "faits divers" como mais um cadaver imóvel encontrado morto numa rua obscura duma qualquer cidade da Êuropa
Nuno a 29 de Março de 2007 às 00:20

Hummmmmmmmm andas a ver os telejornais tugas?? Ou o CSI??

E eu não tou chateada contigo ... só fico por vezes irritada ... possessa mesmo ... contigo! (há toda uma diferença entre ambas as situações)
AnaD a 29 de Março de 2007 às 00:23

com esse comentario fazes-me lembrar um sketch do filme Die hard, em que a ex-mulher do Bruce Willis ao ver o terrorista completamente irritado comentou para uma das refens qualquer coisa do genero " foi o meu ex marido que o meteu assim, ele sempre teve a capacidade de irritar os outros"

Sejamos realistas, o meu grande problema sempre foi o barulho das luzes
Nuno a 29 de Março de 2007 às 01:18

Onde é que eu assino??? [:p]
AnaD a 29 de Março de 2007 às 23:23

Este tipo de "forward thinking" feminino...é um bocado estranho e parece estar cravado no sexo feminino at large...digo isto com algum rancor, pois encontro-me numa situação em que a minha "amiga" só me vê como "um amigo". Não vou aconselhar sobre a tua situação, vou tentar expor o meu ponto de vista enquanto sofredor de causa.

Estou apaixonado por uma colega, que só me vê como um amigo, o amigo com quem ela almoça, com quem ela fuma o seu cigarro depois do almoço, com quem às vezes vai lanchar e/ou jantar. Sou também o amigo que a ouve, que lhe trás um mimo quando, por motivos profissionais, ela não pode almoçar e sou também aquele que está lá para a amparar nos momentos de maior pressão, stress e ansiedade causado pelo trabalho, uma vez que a pessoa em causa está em recuperação de uma 2ª depressão. Estou sempre disponível para ela, ou seja, sou um amigo verdadeiro - mas - que quer um pouco mais que a amizade. No entanto, para ela sou só O amigo...concordo que não queira estar comigo numa relação sem que haja reciprocidade de sentimentos, mas acho que a amizade é um bocado relativa neste quadrante. Se eu actualmente sirvo para amigo, como namorado, a situação seria idêntica mas nos esteróides!! Se com um namorado, não se pode desabafar tudo aquilo que se fala e desabafa com um amigo, então algo está francamente mal! Ser namorado não é substituir os momentos de conversa e café por sexo (assumindo à partida que a relação começa na base de amizade e evolui para este campo). A situação varia de pessoa para pessoa, mas discordo completamente da situação em que a amiga acaba por ter aventuras com o amigo, quando não há reciprocidade nos sentimentos, uma vez que, só está a magoar alguém. Por outro lado, é por vezes uma forma de se descobrir se realmente as coisas funcionam de ambas as partes. Desde que haja sinceridade e honestidade, penso que é o suficiente para este tipo de relação funcionar.
Gonçalo a 29 de Março de 2007 às 01:48

As mulheres são lixadas nem sei como é que voces nos aguentam ...

Concordo que sem se tentar nunca se sabe, mas digo-te por experiencia que mesmo com sinceridade e honestidade podemos sempre magoar-nos
AnaD a 29 de Março de 2007 às 23:27

Tens toda a razão! Algo vai muito mal. Tens todo o meu apoio em relação à Tua situação!
Se após todos os esforços feitos, a colega só te vê como um amigo que esteve, está e possivelmente estará sempre ali quando el precisar, permite-me dar 1 conselho, melhor 02 conselho, ou te abres com ela francamente e dizes tudo o que sentes e ficas mais aliviado, mas sempre correndo o risco de não te voltar a falar e ficas com a v/ situação esclarecida (pronto para outra), ou continuas tudo na mesma e ficas mais uns tempos (tempos esses que podem ser para sempre) a ser O Amigo.
Tens todo o meu apoio, seja qual for a decisão que tomes!
Realmente o sexo é muito importante, mas as conversas e a relação de amizade/confiança são muito mais, pois é a partir daqui que tudo se desenvolve!
PRINCESA a 30 de Março de 2007 às 09:28

Conselhos destes não se ouvem todos os dias ... e já enfiei o barrrete
AnaD a 31 de Março de 2007 às 00:16

Também não precisas de ouvir todos os dias! Afinal estás a ser humilde! Algo que só alguém genial, conseguiria ser!
PRINCESA a 31 de Março de 2007 às 09:41

Isso do genial é só na brincadeira ... e como sei que falas a sério digo-te apenas: Obrigada
AnaD a 1 de Abril de 2007 às 00:30

Brincadeiras à parte... até sabes que Sou uma Princesa como deve de ser!

Sim tu não és como outras princesas que acabam velhas e decadentes a viver num circo
AnaD a 4 de Abril de 2007 às 00:03

Mas afinal! Em que ficamos... estamos todos na expectativa!!!!! Falaste ou não, resolveu-se o conflito Amigo vs Amor?
Eu como sou bastante (q.b.)curiosa... tou e pulgas, para saber se valeu a pena o Teu desabafo entre nós e se consegimos ajudar-te!
Estamos a espera...

Eu como dona do blog não me vou meter ... mas que tou curiosa, lá isso tou ... tb eu não nego ser um pouco cusca
AnaD a 4 de Abril de 2007 às 00:02

hooo...eu tb sou assim....sempre achei mais sólido um ombro constante do que aventuras..isto é...a amizade é mais sólida e dá para depois desabafar os devaneios com outros.....

nem sei se me fiz entender.
marrrrrrta morgana a 28 de Março de 2007 às 11:41

Percebi-te perfeitamente ... mas nós somos mentes tortuosas
AnaD a 28 de Março de 2007 às 23:36

Não podes esquecer que a vida, nós, as nossas amizades estão em constante alteração, renovação e... como tal, perdem-se umas... ganham outras...
Me Hate a 28 de Março de 2007 às 12:56

Ponto de vista deveras interessante, vou pensar seriamente nessa tua visão
AnaD a 28 de Março de 2007 às 23:37

Desculpa a frontalidade e a total falta de respeito.
Mas tenho que dizer o que me vai na alma e que a minha exp de vida me tentou ensinar.

VAI TER COM ELE!

Depois logo se verá.

O que é uma amizade ao lado de uma paixão avassaladora, nem que seja por 5 minutos?
xa-das-5 a 28 de Março de 2007 às 17:00

talvez as feridas dificeis de cicatrizar, mas estou plenamente de acordo contigo, sobretudo o facto de termos tentado e a grande felicidade de nos termos sentido amados.... como diz a mastercard Há coisas que não têm preço, para o resto temos as cartas de crédito.

Nuno a 28 de Março de 2007 às 19:18

Eu sou mais VISA
AnaD a 28 de Março de 2007 às 23:44

A tua frontalidade faz parte do teu charme (já reparaste que o teu charme é multifacetado?? )

Com muita frontalidade também te digo que isso é mesmo mente de gajo ... e invejo um pouco os homens nesse sentido ... as mulheres na generalidade e eu numa irritante particularidade são muito mais ponderadas, não avanço assim no desconhecido, não é uma questão de não querer arriscar, é mais de avançar com cautela ... e sim eu sei que com esta mentalidade acabo a perder uma bela parte da diversão da vida!!
AnaD a 28 de Março de 2007 às 23:43

Isso é uma resposta muito politicamente correcta.
No fim do dia, até tu tens dúvidas.
;)

Touché ....
AnaD a 2 de Abril de 2007 às 20:26

MAU...
Mas é homem versus amiga?
Hoooo mulher, isso ninguem pode te ajudar, a não ser dizer que se for mesmo amiga, estàs à vontade, e se não for não valia a pena.

(as coisas são tão giras na teoria não são??? e aconselhar? opahhh é tão fácil!!!!! adoro armar me em sabichona nessas alturas .....mas livra!!!! não queria estar na tua pele!!!!!!)

És demais ... e não, não há nenhum homem versus amiga ... não há qualquer amiga na história ... só homem e amizade ... como já disse tiveste bem perto no anterior comentário
AnaD a 28 de Março de 2007 às 23:46

Lisboa é a minha cidade, é quem sou e condiciona o que penso e o que sinto, por isso ao partilhar Lisboa, partilho angústias e alegrias, revoltas e compreensão ... no fundo é um local de partilha de sentimentos!
mais sobre mim
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



26


pesquisar
 
comentários recentes
Bom diaAcordei bem disposto e também me apetece p ...
ahahah
http://muitaviagem.com.br/reveillon-2016-ano-novo-...
É nuito bonito voçes me fizeram mais feliz
Que aspecto delicioso! Adoro! Bjs bom fim de sema...
Olá Ana! Recebi o teu postal, através do PPC, ador...
Grande Webber, sem capacete! Vou ter saudades dest...
Pois, não foi ontem.Acho mesmo que será o melhor ...
Será já amanhã? Já tem a Pole...A ver vamos, boa s...
Li este post já tem um tempão, mas sinto o mesmo q...
Talvez depois do Seb ser campeão (como se fosse po...
blogs SAPO
RSS