Partilhar Lisboa

Janeiro 18 2007
Eu acho que devemos ser sempre grandiosos ... especialmente nas quedas!
Foi isso que fiz na passada sexta feira, quando saí de casa para ir jantar com uns amigos ... depois de atravessar a rua no Largo de Santa Barbara, espalhei-me ao comprido ... foi uma queda monumental que até deixou um miudo de 4 ou 5 anos sem palavras ... felizmente não rasguei as calças, fiquei apenas com os joelhos negros e as mãos esfoladas ... quando estava estendida no chão só me ocorreu "como raio é que eu caí?" Levantei-me e analisei rapidamente o local e não encontrei nem degraus, nem pedras, nem buracos ... logo só posso ter mesmo tropeçado nos meus próprios pés ...
Ou seja eu no meu melhor!!
Partilhado por AnaD às 12:00

Ou será que foi uma alma do outro mundo que te pregou uma rasteira?
asdrubaltudobem a 18 de Janeiro de 2007 às 12:24

Epá ... até fiquei desconfiada disso ...
AnaD a 18 de Janeiro de 2007 às 20:44

Olha: gostei sobretudo da tua preocupação com as vestes... se estariam ou não rasgadas e... com a analise rápida do local... Isto SIM é que deves ser tu no teu melhor...
No meu caso... como sou fora do normal preocupar-me-ia com as mãos e com os joelhos... mas isso é SÓ MESMO porque sou muito egocêntrica... Ganda tótó
Me Hate a 18 de Janeiro de 2007 às 13:35

Sabes lá como é dificil encontrar umas calças que goste ... os joelhos e as mãos um bocado de betadine e no pior cenario 2 dias depois tá bom ...
Quanto ao examinar o local ... se calhar não sabes que sou fã do CSI ... e é sempre necessário atribui culpas ...
AnaD a 18 de Janeiro de 2007 às 20:47

Eu para não ter problemas desses comprei no outro dia umas calças já rasgadas! Techarame!
Me Hate a 19 de Janeiro de 2007 às 12:06

Isso é mto à frente ... eu já tive uma fase em que rasgava e depois colocava um remendo num tecido catita ... mas tb eu já usei dourados muitos dourados e poupa e camisas com enchumaços ... e botas de montanha com saia pied poule ...
AnaD a 19 de Janeiro de 2007 às 20:44

Um e, apenas 1 comentário a fazer: IRRRRRRRRRRRRCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCCC!!!!!!!!
Pois essas coisas de facto,nunca usei... ... dourados nunca gostei e ainda hoje me arrepiam... já usei crista mas poupa????? Éca, ca nojo!!!! Enchumaços passaram-me tão ao lado que nunca me apanhram a vestir camisas com isso... botas de montanha... só mesmo quando vou á montanha porque não me chamo Maomé e... saias com pregas... só usei mesmo as escocesas e com doc Marten´s... mas isso ainda hoje uso se me der na carola!!!!!!
Me Hate a 22 de Janeiro de 2007 às 15:37

se calhar é por isso que hoje detesto dourados ... na remota possibilidade de me casar ... não quero alianças douradas nem nada parecido ...
AnaD a 22 de Janeiro de 2007 às 21:16

como te disse no sábado ..... Quando estas a andar De vez em quando o teu pé que esta atrás acaba por ter dificuldades em ultrapassar o pé que está à frente... e lá fica a Ana com dificuldades de equilíbrio , nem sei quantas vezes ficas-te agarrada à minha pessoa para não te espalhares Mas não te preocupes isso faz parte do teu charme , Bom e como te contei também não fiquei por menos, eu que nunca corro para apanhar o autocarro, da única vez que o fiz acabei por falhar o passeio, ou melhor já não havia passeio e lá ficou o Nuno espalhado no meio da estrada em hora de ponta e isso não sou eu no meu melhor mas antes o Nuno e as suas distracções que por vezes não vê onde mete os pés.....
Nuno a 18 de Janeiro de 2007 às 16:09

quem te ouvir até parece que ando sempre aos tropeções (cof cof)
AnaD a 18 de Janeiro de 2007 às 20:47

deixa de andar de sapatos vermelhos de tacões agunha de 30 cm.
manual de deus 0.1 a 18 de Janeiro de 2007 às 21:41

Eu levava as sabrinas verde alface
AnaD a 19 de Janeiro de 2007 às 20:45

Uma bela descrição, de uma bela queda.
As quedas são uma coisa mto interessante, nunca percebemos bem como aconteceu e dão sempre bom tema de conversa e risota.
Vivam as quedas !

No meu passado era mto despassarado e quedas eram uma constante (a minha mulher, se ler isto, perguntará que passado é esse: ontem ?!), o que me dá mtas histórias para contar.

Talvez a mais espectacular, passa-se a apanhar o tal 22 na 'tua' Av.Gago Coutinho. Era um daqueles autocarros de 2 andares, com uma entrada aberta atrás, sem porta. O autocarro ia a saír da paragem e eu corri a apanhá-lo. Escorreguei, caí e larguei a pasta, que seguiu despreocupadamente o seu trajecto e entrou no autocarro sem mim, prosseguindo viagem rumo à Pc.José Fontana. Levantei-me e fui a correr atrás do autocarro. Para meu azar, o sinal da D.Rorigo da Cunha estava verde e não o apanhei. A minha sorte é que alguém, julgo o cobrador (figura desconhecida da maioria de vós), apercebeu-se, fez o autocarro abrandar e deitou-me a pasta cá para fora qdo eu o estava já quase a alcançar no quarteirão seguinte. Foi mesmo uma sorte, senão lá se iam os TPC... lol.

Como esta, milhões...
É como digo, as quedas são um fartote de riso.
Cágado1 a 19 de Janeiro de 2007 às 09:26

Muito me ri com essa tua descrição ... fez-me lembrar um grande autor que estou a ler neste momento Bill Bryson ... gostei especialmente da deixa da Sra Cágado...

Também descobri que temos algo mais em comum ... andamos ambos no liceu camões ...

Eu ainda sou do tempo dos cobradores, o meu pai grande defensor dos transportes publicos e pessoa de muitos principios, jamais me pediu para mentir a minha idade para não pagar bilhete, simplesmente dava-me o finheiro e quando vinha o fiscal ficava ao seu criterio cobrar bilhete a uma adoravel miuda de longos tótós ... a maioria deles não cobrava ´bilhete, mas era uma decisão deles ...
AnaD a 19 de Janeiro de 2007 às 20:54

Ooops... induzi-te em erro !
Desculpa, não estudei no Liceu Camões. Limitava-me a trocar de autocarro do 22 para o 32 na dita Pc.José Fontana, com o Camões à minha frente e um coreto nas costas. Estudei no Colégio Valsassina e este era o meu caminho de regresso a casa, no Restelo.
(por acaso quem estudou no Camões foi a Sr.a Cágado, mas terá saído no ano em que nasceste)
Por acaso, ao descrever a queda, referi-me inicalmente que a pasta seguira a caminho do Camões. Como achei que isso podia induzir em erro, levando os leitores a pensar que eu estudara lá, resolvi trocar pelo nome da praça. Devia ter pensado que quem estudou no Camões associar-lhe-ia imediatamente o nome da Pc.José Fontana. Erro meu.
Cágado1 a 20 de Janeiro de 2007 às 23:06

Pronto "limitamo-nos" outra vez a ter em comum somente o bom humor, a paixão pela F1, a tendencia para as quedas e ainda recordármos os autocarros de dois andares com cobradores ...
AnaD a 21 de Janeiro de 2007 às 12:18

... e uma mãe chamada Odete, com os seus excelentes petiscos.
Cágado1 a 21 de Janeiro de 2007 às 19:58

Grandioso seria levantares-te e gritar "Fiz de propósito. Olhem para mim a fazer outra vez!" TUMBA!
Rafeiro Perfumado a 19 de Janeiro de 2007 às 15:11

O pior é que não conseguiria repetir ...
AnaD a 19 de Janeiro de 2007 às 20:54

Oh amiga !!! só tu mesmo...
AB a 19 de Janeiro de 2007 às 18:47

Mas passei incolume às escadas da R. do Alecrim
AnaD a 19 de Janeiro de 2007 às 20:56

isto passou-se antes ou depois da hora da buja?...
Juxpot a 19 de Janeiro de 2007 às 22:17

Isto passou-se a caminho de um jantar comemorativo da inauguração d eum blog
AnaD a 19 de Janeiro de 2007 às 22:22

Chiça!

Já vi que fiz mal em perder esse jantar...
Juxpot a 20 de Janeiro de 2007 às 00:59

Eu não disse que apareceria?????
Toma, toma! Pois é, troquei umas belas horas de limpeza árdua e cansativa da minha casa mais o meu Zezinho e aqui estou eu a escrever umas palavrinhas... O problema é que amanhã vou ter de as fazer mais o meu Zezinho, mas tudo bem, logo se vê. Lá estás tu e a tua mania de dar nas vistas, a atirares-te para o chão!!!!!! É impressionante, ou te estás sempre a sujar ou então cais... Não tens vergonha? O puto de ceretza que deve ter pensado que tu te querias suicidar, no mínimo... e agora já não há dói-dói?

Bjocas
Vanda a 19 de Janeiro de 2007 às 22:03

Melhor que eu e as quedas ... só mesmo eu e as nodoas ... afinal até guardava uma t-shirt dentro da gaveta para as eventualidades... o puto deve ter pensado que os adultos são muito estranhos
AnaD a 19 de Janeiro de 2007 às 22:25

Eu acho que o teu subconsciente ia fazer um belo passo de dança, mas depois o teu consciente impediu.... ficava mal inferiorizares assim os que te rodeavam.... no meio desta luta o teu corpo reagiu e plof! :p
Nocas a 21 de Janeiro de 2007 às 22:23

Ora aí está uma boa explicação ... o meu inconsciente a dançar (eu até levava o ipod) e claro que o consciente gritou "MAS QUE RAIO JULGAS TU QUE ESTÁS A FAZER???" e o inconsciente assustou-se ... mas antes ele do que quem me visse dançar
AnaD a 22 de Janeiro de 2007 às 21:28

Lisboa é a minha cidade, é quem sou e condiciona o que penso e o que sinto, por isso ao partilhar Lisboa, partilho angústias e alegrias, revoltas e compreensão ... no fundo é um local de partilha de sentimentos!
mais sobre mim
Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
20

26

28


pesquisar
 
comentários recentes
Bom diaAcordei bem disposto e também me apetece p ...
ahahah
http://muitaviagem.com.br/reveillon-2016-ano-novo-...
É nuito bonito voçes me fizeram mais feliz
Que aspecto delicioso! Adoro! Bjs bom fim de sema...
Olá Ana! Recebi o teu postal, através do PPC, ador...
Grande Webber, sem capacete! Vou ter saudades dest...
Pois, não foi ontem.Acho mesmo que será o melhor ...
Será já amanhã? Já tem a Pole...A ver vamos, boa s...
Li este post já tem um tempão, mas sinto o mesmo q...
Talvez depois do Seb ser campeão (como se fosse po...
blogs SAPO
RSS