Partilhar Lisboa

Novembro 07 2006
O Ministério da Saúde, preocupado com o que vem ocorrendo no mercado no que diz respeito ao uso inadequado de alguns medicamentos, vem a publico para prestar os seguintes esclarecimentos às mulheres.
 
Nome do medicamento: homem
Indicações:
Homem é recomendado para mulheres em geral (Homem é eficaz no controle do desanimo,  ansiedade, irritabilidade, mau humor, insónia, etc...)
Posologia e modo de uso:
Homem deve ser usado pelo menos três vezes por semana. Homem é apropriado para uso externo ou interno, dependendo das necessidades da mulher. Não desaparecendo os sintomas, aumente a dosagem ou procure outro.
Precauções:
Mantenha longe do alcance das amigas. Manuseie com cuidado, pois Homem explode sob pressão, principalmente quando associado a álcool etílico. É desaconselhável o uso imediatamente após as refeições.
Apresentação:
Mini, Midi, Plus ou Super Mega Maxi Plus (ui!...)
Conduta na overdose:
O uso excessivo de Homem pode produzir dores nas ancas, dores abdominais, entorses, contracturas lombares, assim como ardor na região pélvica. Recomenda-se banhos de assento, repouso e confidências para a melhor amiga.
Efeitos colaterais:
O uso inadequado de Homem, pode acarretar gravidez e acessos de ciúmes. O uso concomitante de produtos da mesma espécie pode causar enjoo, fadiga crónica e em casos extremos lesbianismo.
Prazo de validade:
O numero do lote e a data de fabrico, encontram-se no Bilhete de Identidade, e no cartão de crédito.
Composição:
Agua, tecidos orgânicos, ferro e vitaminas do complexo P.
Cuidado:
Existem no mercado algumas marcas falsificadas, embalagem de excelente qualidade, mas quando desembrulhado, verifica-se que o produto não fará efeito nenhum, muito pelo contrario, o efeito é totalmente oposto, ou seja, além de não ser eficaz no tratamento das mulheres, podem agravar os sintomas e até inibindo o efeito do medicamento correcto.
Instruções para o perfeito funcionamento de um homem:
1 - Ao abrir a embalagem, faça uma cara neutra: não se mostre muito empolgada com o produto. Se fica muito segura de si, o homem não funciona bem.
2 - Guarde em local fresco (homem fedorento não dá) e seguro (não esqueça que ele é o sexo frágil).
3 - Deixe fora do alcance de qualquer vizinha sorridente. Ela pode fazer um estrago ao seu produto.
4 - Para ligar, basta uns beijinhos no pescoço pela manhã. (falta de educação é um defeito de fabrica).
5 - Programe-o para assinar os talões de cheques sem fazer muitas perguntas.
6 - Carregue as baterias três vezes por dia: café da manhã, almoço e jantar. Mais do que isso provoca pneuzinhos indesejáveis.
7 - Em caso de defeito, algumas tácticas costumam dar certo, comece escondendo o controlo remoto. Se a falha persistir, cancele o futebol do fim-de-semana e o copo com os amigos. Se o problema for grave mesmo, é preciso tratamento de choque. A única solução é greve de sexo.
8 - Há coisas que devem ser estimuladas para ele fazer bem, como: Mudar lâmpadas, abrir frascos de azeitonas de maionese e latas em geral, carregar malas, pregar pregos na parede, arranjar o carro, passear o cão, pagar as contas, etc.
Atenção:
O homem não tem garantia e todas as espécies são sujeitas a defeitos de fabrica, como deixar toalha molhada na cama, uso da sanita deixando a tampa levantada, fazer confusão, espalhar as coisas, criticar, reclamar, autoexaltar-se, beber demais, comer cebola, esquecer datas de aniversário, roncar, etc... Não existe conserto. A solução é ir trocando até que se encontrar o modelo ideal, que, dizem as recentes pesquisas, ainda não foi INVENTADO (mas não custa tentar).
 
Partilhado por AnaD às 00:02

tssss, tssss, tssss !...

Pressinto que "isto" vai originar a debandada geral dos homens cá do burgo...

tssss, tssss, tssss...

tssss, tssss, tssss...

tssss, tssss, tssss...
Juxpot a 7 de Novembro de 2006 às 01:37

Eu cá pressinto que não ... tenho em grande conta os meus leitores masculinos e parece-me que todos têm um grande sentido de humor.

De qualquer modo e tendo em conta os resultados do inquerito ... 75% dos meus leitores são homens e assim que encontrar um texto engraçado sobre as caracteristicas femininas publicarei (já tou a ver a chuva de e-mails com esses dito texto engraçado)

E cá para mim esse Tssss, tssss, foi mais um disfarçar de um rsssss, rsssss
AnaD a 7 de Novembro de 2006 às 10:42

já conhecia e está muito engraçado este texto.
asdrubaltudobem a 7 de Novembro de 2006 às 11:27

Já conhecias?.

Então isto quer dizer que não é prosa própria da AnaD?...

Xiiiiii...
Juxpot a 7 de Novembro de 2006 às 11:49

ora cá estou eu...para não variar...a perguntar onde se poe as especies fora de prazo, é que não há nenhuma braisleira, nenhuma mae, nenhum lar que os acolhe e esse sim...é um problema!!!

dá se boas (cof cof) referencias...
martaperreira a 7 de Novembro de 2006 às 13:21

Efectivamente é um assunto que deveria ser discutido publicamente pela sociedade ... onde é que eu pus o e-mail da Fatima Campos Ferreira
AnaD a 7 de Novembro de 2006 às 18:58

ahahhahahahahahaha
As mulheres ainda pensam de que...
;)
Mas ri-me a valer, principalmente com a posologia.
Xá-das-5 a 7 de Novembro de 2006 às 15:01

Ora vamos lá ver o menino acha que a posologia pode originar uma overdose???
AnaD a 7 de Novembro de 2006 às 18:59

Hum o medicamento la de casa ta estragado hihihihihi
Mikas a 7 de Novembro de 2006 às 17:39

Devolve-o na farmacia, há uma campanha a decorrer exactamente para incrementar essa prática ...
AnaD a 7 de Novembro de 2006 às 19:00

Desculpem, mas recebi esta lista por email e pensei logo em postá-la aqui.,

>Ser homem é:
>
>- Sentir a dor física de uma bolada nos tomates;
>
>- A tortura de ter de usar fato e gravata no Verão;
>
>- O suplício de fazer a barba todos os dias;
>
>- O desespero das cuecas apertadas;
>
>- A loucura que é fingir indiferença diante de uma mulher sem soutien;
>
>- A loucura de resistir olhar para umas pernas com uma mini-saia;
>
>- Ir à praia e resistir olhar para aquele mulherão que está deitada ao
>lado;
>
>- Viver sob o permanente risco de ter de andar à porrada;
>
>- Vigiar o grelhador no churrasco ao fim de semana, enquanto todos se
>divertem;
>
>- Ter sempre de resolver os problemas do carro;
>
>- Ter de reparar na roupa nova dela;
>
>- Ter de reparar que ela mudou de perfume;
>
>- Ter de reparar que ela mudou a tinta do cabelo de Imedia 713 para
>731loiro/bege;
>
>- Ter de reparar que ela cortou o cabelo, mesmo que seja só 1cm;
>
>- Ter de jamais reparar que ela está com um pouco de celulite;
>
>- Ter de jamais dizer que ela engordou, mesmo que seja a pura verdade;
>
>- Desviar os olhos do decote da secretária, que se faz distraída e
deixa a
>blusa desabotoada até ao umbigo;
>
>- Ter a obrigação de ser um atleta sexual;
>
>- Ter a suspeita de que ela, com todos aqueles suspiros e gemidos, só
está
>a
>tentar incentivar-nos;
>
>- Ouvir um NÃO, virar para o lado conformado e dormir, apesar da
vontade de
>partir o quarto todo e fazer um escândalo;
>
>- Ter de ouvi-la dizer que está sem roupa, quando o problema é onde
colocar
>novos armários para guardar mais roupa;
>
>- Ter de almoçar aos domingos na casa dos sogros, discutir política com
>aquele velho reaça, tratar bem os sobrinhos, controlar-se para não
olhar
>para o decote da irmã dela e não arrear um arraial de porrada ao irmão
>dela,
>sacana do caraças que vem sempre pedir dinheiro emprestado.
>
>
>Depois Elas ainda acham que é fácil, só porque NÃO TEMOS O PERÍODO!

>acontecia e ainda acontece a quem usa calças com fecho em vez de
botões,
>
>- Entalar a gaita na porcaria do fecho. São duas dores...... É o
entalanço
>e
>depois abrir o fecho outra fez......
>
>
>Estão a ver. Ter um filho só custa aquando o parto..
Xá-das-5 a 7 de Novembro de 2006 às 18:16

Tendo em conta que já gastei a minha cota (ou é quota?? fico sempre baralhada) de feminismo este mê não vou refutar alguns argumentos muito mal alinhavados ... no entanto existem outros que efectivamente estão correctos!!

PS. Usem calças com botões ...
AnaD a 7 de Novembro de 2006 às 19:03

eu uso calças com botoes, mas fica quase sempre um aberto e acabam por me dizerem ta tudo aberto :S
Nuno a 7 de Novembro de 2006 às 22:36

Embora não me enquadre no género (ou espécie...) 'queridas leitoras' não resisto a comentar este 'post' (em bom português diz-se 'posta', diminuitivo de 'posta-de-pescada', que é uma espécie de 'boca' com barbatanas...) porque muito simplesmente ele veio resolver-me um enigma que há muito me atormentava.
A vida é assim mesmo: um sujeito passa a vida à procura, à procura, à procura... levantando saias (só para ver as instruções de lavagem nas etiquetas...), quase desencadeando guerras globais (por causa de um insignificante conflito regional com fechos de soutien...), trabalhando no duro em testes de suspensões (levando o carro do papá atá às 'pistas de ensaio' que toda a gente conhece à beira-mar plantadas...), amaldiçoando todo e qualquer grão de areia deste planeta (por se enfiarem na 'engrenagem' quando menos deviam...) e de repente... zás, aparece ela, a resposta, em todo o seu esplendor ali mesmo à nossa frente (porque ela, a dita cuja gaja, não só nunca aparece como ainda por cima se vai embora com ranhoso do Cacá só porque o idiota tem um Porsche...).
E como ela, a resposta, afinal era tão simples (porque ela, a mulher, é bem mais complexa e não dispensa manual de instruções e de montagem... embora mesmo assim algumas tenham acabado mal montadas e eles menos instruídos sobre o assunto...sem querer ser mal 'inducado' com ninguém...).
Fiquei a conhecer agora o verdeiro significado de algumas expressões do coloquialismo português (não confundir com colonialismo: coloquialismo refere-se ao uso de discurso coloquial e colonialismo ao uso abundante de água-de-colónia feita 'a martelo'...).
Vejamos, pois:
"...que remédio!" [quando encerrando uma frase ou discurso, e acompanhada por um ligeiro encolher de ombros e um subtil esgar oscilante entre o desespero e a resignação, mais não significa que a 'fufice' não é solução e já não há mais paredes para trepar...];
"Estou remediada." [esconde uma certa satisfação que o pudor impede de revelar embora o 'objecto' esteja longe de substituir o Brad Pitt que continuará a preencher um certo vazio e a ocupar-lhe os sonhos e significa, mais prosaicamente: "sabe a óleo-fígado-de-bacalhau mas, que diabo!, sem ele e o cartão de plástico que ele trás atrelado na carteira dá-me sempre umas grandes cólicas na hora de pagar as compras... para além de que até me ajuda a aliviar as insónias e dores de cabeça..."];
"É remédio santo!" [quando a panaceia resolve todas as maleitas: cozinha, limpa, lava, aspira, muda a fralda, cose as meias, faz xixi sentado e baixa sempre a tampa no fim do serviço, passeia o cão, abre o frasco da maionese, muda a lâmpada, estaciona o carro, apara a relva, acompanha as expedições científicas à selva do Centro Comercial, paga e não bufa... e ainda contribui de forma satisfatória para o aquecimento global intra-lençóis...].
Eu é que já não tenho remédio... daqui vou para a reciclagem e valorização energética.
vêÉrre a 7 de Novembro de 2006 às 23:04

Pelas gargalhas que me arrancaste agora ...

Obrigada pelo bom homor e qualidade de escrita com que brindas este meu cantinho ...
AnaD a 7 de Novembro de 2006 às 23:14

Atendendo a outro tópico teu, começo a crer que o tema de abertura de frascos (de maionese ou de doce, tanto faz) é uma fixação. A capacidade de os abrir parece ser das qualidades mais apreciadas num homem, assim, pela 1ª vez, sinto possuir em gde quantidade um atributo tão valorizado pelas mulheres. Há mto que não me sentia tão Macho !

(À parte: a chave de confirmação de hoje - 'pzwhgne', parece mesmo polaco.)
Cágado1 a 8 de Novembro de 2006 às 00:10

Os frascos são o meu tendão de aquiles ... é preciso trocar uma torneira ... não há problema ... colocar uma tomada também me safo ... mas os frascos é uma luta ... quem fecha aquilo?? Algum robot concerteza...

Mas se o post te fez sentir bem isso é que é importante ...

AnaD a 8 de Novembro de 2006 às 00:56

Lisboa é a minha cidade, é quem sou e condiciona o que penso e o que sinto, por isso ao partilhar Lisboa, partilho angústias e alegrias, revoltas e compreensão ... no fundo é um local de partilha de sentimentos!
mais sobre mim
Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





pesquisar
 
comentários recentes
Bom diaAcordei bem disposto e também me apetece p ...
ahahah
http://muitaviagem.com.br/reveillon-2016-ano-novo-...
É nuito bonito voçes me fizeram mais feliz
Que aspecto delicioso! Adoro! Bjs bom fim de sema...
Olá Ana! Recebi o teu postal, através do PPC, ador...
Grande Webber, sem capacete! Vou ter saudades dest...
Pois, não foi ontem.Acho mesmo que será o melhor ...
Será já amanhã? Já tem a Pole...A ver vamos, boa s...
Li este post já tem um tempão, mas sinto o mesmo q...
Talvez depois do Seb ser campeão (como se fosse po...
blogs SAPO
RSS