Partilhar Lisboa

Outubro 04 2006
Vou continuar as minhas histórias nos cinemas, já que devido aos últimos acontecimentos, histórias aéreas não são aconselháveis.
  
Lembram-se do “A verdade da Mentira” (True Lies no original) com o actual governador da Califórnia … pois fui ver esse filme ao cinema com uma amiga (de certeza que ela não se importa que eu a partilhe convosco), ficámos no fim da fila já quase encostas à parede … quando o Schwarzenegger já tinha morto todos os maus e recuperado a família, ela diz-me baixinho “ainda bem que isto está no fim, estou aflitinha para fazer um xixi” … quem já viu o filme sabe que a seguir a essa reunião da praxe a filha dos protagonistas é capturada … nesse momento a minha amiga diz consideravelmente alto e bastante aflita … “Ai que lhe raptaram a filha!” … de certo muitas pessoas comentaram depois sobre aquela rapariga que viveu o filme tão intensamente eheheh
 
Acho que já vos disse que gosto do cinema monumental porque é livre de pipocas, e não está cheio de miúdos parvos como os multiplexes. Certo dia, já não me recordo em que filme isto aconteceu, numa sala do monumental calhou-me um lugar no meio da fila, ao lado de duas senhoras idosas muito bem compostas, como se costumam ver por lá, nada de alarmante até o filme começar, pois uma das senhoras começou a ler as legendas à outra … o filme todo, simplesmente desesperante.
 
Mas a melhor de todas, ou será a pior? Foi já este ano e o filme era o “Dizem por aí” comprei um bilhete para uma coxia lateral (naquela sala um dos lados do corredor tem filas de dois bancos), a sala estava com cerca de metade da capacidade, e já uns bons minutos depois da sessão começar, um gajo veio e sentou-se ao meu lado, passei-me, com tanto lugar vago tinha logo de se vir sentar ali, mas enfim, passado um bocado começou a colar o joelho no meu, lá mudei de posição, mas depois foi o braço … estava a ficar chateada, mas não estava nada à espera que o gajo tivesse a lata de por a mão na minha perna … saltou-me a tampa levantei-me, agarrei nas minhas coisas e troquei de lugar … mas dizendo alto e em bom som: ”acho que se enganou no cinema … o “Cinebolso*” é na rua de baixo … mas tire as mão de cima da minha perna”.
 
*Para quem não sabe o cinebolso é um dos cinemas que passam filmes pornográficos em Lisboa.
 
Partilhado por AnaD às 00:02

Lisboa é a minha cidade, é quem sou e condiciona o que penso e o que sinto, por isso ao partilhar Lisboa, partilho angústias e alegrias, revoltas e compreensão ... no fundo é um local de partilha de sentimentos!
mais sobre mim
Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


25
28



pesquisar
 
comentários recentes
Bom diaAcordei bem disposto e também me apetece p ...
ahahah
http://muitaviagem.com.br/reveillon-2016-ano-novo-...
É nuito bonito voçes me fizeram mais feliz
Que aspecto delicioso! Adoro! Bjs bom fim de sema...
Olá Ana! Recebi o teu postal, através do PPC, ador...
Grande Webber, sem capacete! Vou ter saudades dest...
Pois, não foi ontem.Acho mesmo que será o melhor ...
Será já amanhã? Já tem a Pole...A ver vamos, boa s...
Li este post já tem um tempão, mas sinto o mesmo q...
Talvez depois do Seb ser campeão (como se fosse po...
blogs SAPO
RSS