Partilhar Lisboa

Setembro 14 2006
Hoje ao ler na blogosfera um comentário de um bloguista que deixou de ir ao cinema para ver cinema em casa lembrei-me de partilhar convosco algumas história que tenho no cinema ... se tiverem história engraçadas partilhem também.
.
Convém informar que desde o dia em que ninguém quis ir comigo ver o "Matrix" descobri que adoro ir ao cinema sozinha e vou em 98% das vezes, quando me convidam não digo que não mas exigo uma coxia ...
.
Aliás é mesmo pela coxia que vou começar ... esta aconteceu no filme "A Interprete", eu trabalhava na altura no cais sodré e saía às 18h00, a sessão era à 19h00 mas apanhei muito transito e depois de uma correria só cheguei à bilheteira dos cinemas Monumental à hora da sessão começar, ainda com os "bofes de fora" perguntei à menina "Ainda tem uma coxia?" ela olhou para o monitor olhou para mim de cima a baixo e disse com cara de quem está a ver um ET "Sim ... tenho" ... lá comprei o bilhete e corri para a sala ... vazia ... só lá estava eu!! (mais tarde já o filme tinha começado quando entrou outra rapariga tb com os bofes de fora e que fez a mm cara que eu devo ter feito quando vi a sala vazia) 
.
Gosto de ir aos cinemas Monumental porque não se pode comer lá dentro ... uma vez (já não me recordo qual foi o filme) estava muito entertida com o filme quando começo a ouvir grenhof grenhof (som do papel de rebuçados) ... "ok  no problem" ... entretanto o cheiro a mentol ... "pronto Ana Sofia concentra-te ignora o cheiro" ... quando começou o schiuuuup schiuuup (som da sra a chupar o rebuçado) ... aqui pensei "porra tou lixada com F maiusculo" ... mas controlei-me ... depois veio o segundo rebuçado ... sempre o mm ritual - abrir o rebuçado com barulho, o cheiro a mentol e som irritante de chupar o rebuçado - e ainda veio o terçeiro rebuçado ... quando me apercebi que o quarto vinha a caminho ... encostei-me mais para o lado da dita senhora e quando ela agarou o sacaninha eu quase gritei "CHIUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU" aos ouvidos dela ... olhem ela apanhou um susto tão grande que até deixou cair o rebuçado ... apreciei o resto do filme em silêncio...
.
Para não vos cansar vou deixar as outras histórias para outros dias, e há algumas verdadeiramente extraordinárias ... prometo!!
.
Partilhado por AnaD às 00:17

Já te disse que o Matrix é dos meus filmes favoritos?

É que é mesmo!

Bom, eu gosto de cinema, mas é em casa.

É só vantagens:
Posso voltar atrás no DVD ou video, e rever as melhores cenas,

posso comer as pipocas que quiser, e feitas em casa,

posso estender as pernas para cima da mesinha do café... (não sei como ainda não pensaram em pôr mesinhas de café nas salas de cinema. Aposto que iria muito mais gente ao cinema, só pelo gozo de pôr as pernas na mesinha)

Ah, se o filme não for bom, não tenho remorsos pelo dinheiro gasto com o bilhete.

Sergio Alex a 14 de Setembro de 2006 às 03:29

Primeiro ponto eu não gosto de pipocas. Seggundo, não voua a cinemas onde haja pipocas excepto qd sou obrigada. Terceiro odeio que ponham os pés em cima da mesa :p
A não ser que tenhas uma sala de projecção em casa o dvd na tv nunca poderá substituir a sala de cinema com a grande tela.

Eu adorei o Matrix, pela história e pela porradinha (adoro um bom filme de porradinha) mas qd vi a apresentação do Matrix reloaded pensei prós meus botões "epá isto n me parece bem" e acabei por só ver o filme aki à uns dias na tv e realmente não gostei ainda me falta ver o 3º mas se tiver uns fx tão maus e uma história ridicula como o segundo vai ser um desperdicio de tempo.
AnaD a 14 de Setembro de 2006 às 12:39

Eu sou mais adepto dos clássicos do Cinema dos anos 40/50, no qual inclúo alguns westers de antalogia. Adoro tudo de Hitchcock, John Ford, Elia Kazan, Bergman, etc...
Lembro-me de, quando morei em Lisboa, ir várias vezes à sessão da meia noite no Quarteto, onde invariavelmente estava lá sozinho ou com a namorada da altura (que me achava algo amalucado por gostar de ir ao cinema a essas horas). O Nimas e o Ávila ficavam à porta de casa e o Monumental ali perto. Bons tempos de cinema "fora de horas". Felizmente só apanhei uma vez essa "Saga da Pipoca e do Telemóvel" numa sessão de Cinema nas Caldas da Raínha e lá tive que me arreliar com o energúmeno (a paciência de facto não é o meu forte), quando o filme até creio que era o "Gato Preto Gato Branco" do Kusturica...
Já agora o meu filme preferido : "Contos da Lua Vaga" do Kenzi Mizoguchi. Há muitos, mas este creio que é genial pela simplicidade...
Nuno Filipe Lorvão a 14 de Setembro de 2006 às 23:59

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Lisboa é a minha cidade, é quem sou e condiciona o que penso e o que sinto, por isso ao partilhar Lisboa, partilho angústias e alegrias, revoltas e compreensão ... no fundo é um local de partilha de sentimentos!
mais sobre mim
Setembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


23

24


pesquisar
 
comentários recentes
Interessantíssimo. Sabe onde encontrar o livro?
Achei este artigo muito interessante tri legal (ht...
Bom diaAcordei bem disposto e também me apetece p ...
ahahah
http://muitaviagem.com.br/reveillon-2016-ano-novo-...
É nuito bonito voçes me fizeram mais feliz
Que aspecto delicioso! Adoro! Bjs bom fim de sema...
Olá Ana! Recebi o teu postal, através do PPC, ador...
Grande Webber, sem capacete! Vou ter saudades dest...
Pois, não foi ontem.Acho mesmo que será o melhor ...
Será já amanhã? Já tem a Pole...A ver vamos, boa s...
blogs SAPO
RSS