Partilhar Lisboa

Setembro 08 2006
 

 
Uma das melhores coisas da vida é viajar, e a Sugestão Literária desta semana é dedicada aos viajantes (não confundir com turistas) que procuram o melhor deste mundo...

.
 

Titulo - Viagens da Parrachita
Autor - Maria Vieira e Fernando Rocha
 

 

Ano -  2004
 

 

Editora - Sete Caminhos
 

 

Sobre o Livro - ... Alguém disse um dia que um ser humano só se podia sentir completamente realizado quando fizesse um filho, escrevesse um livro e plantasse uma árvore.
 

Ora eu já tenho uma filha. Também já consegui escrever o livro que vocês, estimados leitores, seguram entre os vossos dedos, por isso, só me falta plantar uma árvore!
Gostava de plantar um coqueiro; é uma árvore mais bela e sensual que conheço e também a mais útil entre todas as árvores, senão vejamos: temos a água de côco, o leite de côco, o óleo de côco, a polpa do fruto, as folhas, a madeira a copra... Tudo isto se pode aproveitar. Se um homem naufragar numa ilha minúscula com um único coqueiro, podem crer que esse homem não irá morrer tão depressa... E além disso, pode sempre partir o côco a rir!
Mas antes de plantar esse coqueiro - algo que irei fazer numa das muitas ilhas tropicais espalhadas pelo mundo, porque infelizmente os coqueiros não se dão em Portugal - deixem-me explicar-vos o que nos levou, (a mim e ao Fernando) a escrever este livro de viagens...
(In Introdução Maria Vieira)
 

Nota Pessoal - Este livro foi uma excelente surpresa ... ela é optima a descrever os locais e sempre com muito humor ... é o livro tipico para a piadola "é bom não era"

Partilhado por AnaD às 00:32

O que eu dava para estar agora numa dessas ilhas tropicais de papo para o ar a apanhar sol e em boa companhia...
asdrubaltudobem a 8 de Setembro de 2006 às 09:55

Quem não dava??
AnaD a 8 de Setembro de 2006 às 13:53

"o que eu dava para..."
Quantos de nós já não usaram esta frase sem se aperceberem do imenso paradoxo que ela encerra?
Estaremos nós afinal assim tão dispostos a dar tanto (muito, tudo, o que quer que fosse...) por algo que nos faria (faria?) felizes? E se estávamos porque é que não estamos? O que é que nos amarra a esta mão cheia de pequenos nadas que nos adornam e conformam a existência e não saltamos saímos , partimos...) para o vazio em busca de uma mão cheia de coisíssima nenhuma (será essa a matéria de que são feitos os sonhos?)? O que nos impede de ir em busca dessa felicidade que vislumbramos para além dessa imagem de postal de uma praia deserta, com os coqueiros a baloiçarem languidamente embalados por uma brisa suave de fim de tarde?
Se dávamos por tanto (quanto, afinal, estaríamos dispostos a dar?) porque não damos o pouco que temos? Será que a felicidade vale tão pouco?
Será necessário sermos tão ricos para nos pudermos dar ao luxo de uma ilha deserta povoada de gaivotas e coqueiros? Afinal é o dinheiro que nos dá a felicidade?
Ou somos nós que não temos coragem de a procurar? Ou é o nosso materialismo que nos impede de largar tudo e partir?
De nos darmos ao sonho?
Será mais feliz o que recebe ou o que dá (pois à felicidade da dádiva acrescenta a felicidade do que recebe?)?

Coqueiros? Nã .. nem um tostão.
vêÉrre a 11 de Setembro de 2006 às 21:42

Confesso sou do mais consumista e comodista que há ... sim sim praias de postal ilustrado com areia branca e muitos coqueiros sim sra mas com um belo resort 5* atrás, cama 2x2, ar condicionado, tv satelite, pequenos almoços abundantes e diversificados (sim eu sou uma moçinha de alimento) ... o que eu dava para estar neste momento no "Soneva Fushi & Spa"? Uns bons 5000€ mas como estou desempregada e nem mil tenho para gastar em férias fico-me pelo desejar ...
É tudo uma questão de prioridades e elas vão mudando normalmente os livro estão no topo mas por exemplo o ano passado em que fiz duas viagens ... as prioridades mudaram e tive de cortar nos livros, nos dvd's, nas malas ... etc ... Eu neste momento sou livre ou seja não tenho a responsabilidade de alimentar e cuidar de uma criança portanto há que aproveitar o dinheiro ... mas mandar tudo à fava e fugir para uma ilha não posso (tb n quero) sou solteira e não tenho filhos, mas tenho os meus pais e sei que não seria feliz deixando-os numa altura em que cada vez mais precisam de mim ... afinal estamos todos interligados ...

Não sei se me fiz entender ... o texto tá um bocado confuso ... mas eu sou assim ... confusa por natureza!!
AnaD a 12 de Setembro de 2006 às 14:50

"o que eu dava para" é uma frase tão deprimente...
Se não podes (queres, não deves...) ir então não penses no (muito, pouco, quanto? que interessa?) que perdes mas valoriza o (muito, pouco - que importa?) que ganhas em ficar.
Dizem que Deus não fecha uma porta sem que abra logo a seguir uma janela. Bom, para ser franco, não tenho grande intimidade com Deus. Ainda se ele aparecesse no Fórum ... talvez então "trocássemos umas ideias sobre o assunto" (já leste Mário de Carvalho: eu gosto muito da escrita dele, carregada de uma fina ironia mais insinuante que expositiva). Mas onde é que eu ia... portas e janelas, pois. Já não sei o que queria dizer (estou a fazer duas coisas ao mesmo tempo o que não dá muito jeito...).
Bom, não interessa. Já chega de filosofia de pacotilha, daquela saída nos cromos da Farinha Amparo.
Lê o livro, diverte-te e sorri para a vida que ela sorrir-te-á também.
Anónimo a 12 de Setembro de 2006 às 22:55

OOps, o anónimo sou eu... vêÉrre.
vêÉrre a 12 de Setembro de 2006 às 22:57

A tentar passar despercebido ... mas não consegues.

Aproveito para dizer que ADOREI o nick é que vêÉrre tá demais ...

Eu já li as "Viagens da Parrachita" ( e os As minhas viagens tb , só me falta o 3º livro deles) ... todos os livros aqui sugeridos por mim são livros que já li e gostei ... senão ainda corria o risco de sugerir a amigos algo tão mau ... mas mesmo muito mau ... como o "Código Stravinci"
AnaD a 13 de Setembro de 2006 às 12:16

Lisboa é a minha cidade, é quem sou e condiciona o que penso e o que sinto, por isso ao partilhar Lisboa, partilho angústias e alegrias, revoltas e compreensão ... no fundo é um local de partilha de sentimentos!
mais sobre mim
Setembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


23

24


pesquisar
 
comentários recentes
Bom diaAcordei bem disposto e também me apetece p ...
ahahah
http://muitaviagem.com.br/reveillon-2016-ano-novo-...
É nuito bonito voçes me fizeram mais feliz
Que aspecto delicioso! Adoro! Bjs bom fim de sema...
Olá Ana! Recebi o teu postal, através do PPC, ador...
Grande Webber, sem capacete! Vou ter saudades dest...
Pois, não foi ontem.Acho mesmo que será o melhor ...
Será já amanhã? Já tem a Pole...A ver vamos, boa s...
Li este post já tem um tempão, mas sinto o mesmo q...
Talvez depois do Seb ser campeão (como se fosse po...
blogs SAPO
RSS