Partilhar Lisboa

Dezembro 31 2012

 

2012 foi um ano muito produtivo no que a idas ao cinema diz respeito, queria ir uma vez por mês, acabei por ir 19 vezes. O saldo dos filmes vistos foi francamente positivo, não paguei para ver nenhum filme verdadeiramente mau, o mais fraco, Jack Reacher, não desiludiu porque também não esperava nada dele.

Dois filmes surpreenderam-me pela positiva, "Intouchables" e "A pesca do Salmão no Yemen", sabia pouco sobre os filmes quando os vi e ambos surpreendentes na mensagem: amizade, esperança e fé.

Dos três mega filmes aguardados por meses: "The Girl with the Dragon tatto", "The Avengers" e "The Dark Night Rises", foram todos excelentes, embora Batman apenas o seja como peça de um todo.

"The amazing Spider-Man" e "The Bourne Legacy" eram filmes que me deixaram apreensiva antes das estreias, pelo passado de ambos os franchises, o Homem-Aranha pelos fracassos anteriores, o Bourne, pelo contrário, pelo sucesso da trilogia prévia. No fim de casa filme um suspiro de alivio.

Não sou boa a fazer tops, nem a escolher os melhores, pois vários filmes me tocaram de forma diferente, no entanto não foi difícil escolher o filme que mais gostei de ver em 2012: Skyfall. Gosto de Bond, gosto muito do Bond de Craig, a sua frieza magoada, depois de Casino Royale, um filme sopimpa, a desilusão de Quatum of Solace, mas este Skyfall faz as pazes, pelo menos comigo. 

Venha 2013, com mais e bons filmes.

Partilhado por AnaD às 23:23
Tags: ,

Dezembro 31 2012

Partilhado por AnaD às 10:01

Dezembro 28 2012

Partilhado por AnaD às 09:09

Dezembro 27 2012

Muita gente se queixa dos finais em aberto, quer seja em livros ou em filmes e series, especialmente, no que a romances diz respeito.

Não acredito em finais felizes, esta coisa do "e viveram felizes para sempre" é uma treta, a não ser que matem os protagonistas, por norma só acompanhamos um intervalo da vida dos personagens, portanto no fim quando correm para os braços um do outro não é o fim, não é o início de algo, que tal como na vida real pode transformar-se num pesadelo, isto para dizer que sempre gostei do fim destes dois casais televisivos, que por diversas razões são dos meus preferidos.

 

 Logan & Veronica (Veronica Mars - 2004 a 2007)

 

Quando um gajo se mete com a Mafia só para colocar as coisas direitas com a rapariga, não é certamente gajo para se ficar por ali e a Veronica lá se consegue manter longe de alhadas e evitar tirar o Logan delas, sem contar que o Piz é um panhonha.

 

 Brian & Justin (Queer as folk - 2000 a 2005)

 

Sim claro, depois de 5 temporadas, um espancamento, um violinista, um cancro e um atentado à bomba é mesmo a distância que os vai separar. Como diria o Brian "That's for fucking straight people"

Partilhado por AnaD às 09:09

Dezembro 26 2012

No outro dia a minha colega queixava-se que no novo bairro onde estamos, nem há uma lojinha de chineses. Eu pergunto-lhe o que é que ela queria ir comprar aos chinês e ela responde-me que tem os pés gelados e que ia comprar umas meias.

A cara dela quando lhe atiro umas meias para cima da secretária, que retirei da minha mala... impagável.

Partilhado por AnaD às 20:02
Tags:

Dezembro 21 2012

Uma metáfora que eu adoro

Partilhado por AnaD às 23:32
Tags:

Dezembro 18 2012
Partilhado por AnaD às 09:09

Dezembro 17 2012

Ainda não enfeitei a árvore, ainda não embrulhei os presentes, ainda não coloquei nos CTT os cartões e presentes de quem está longe, tenho um presente que se calhar não chega a horas, tenho a casa em pantanas, roupa em fila de espera para o estendal, não tenho filme natalício, não tenho tempo nem paxorra para nada, não tenho espírito natalício.

Por outro lado tenho uma birra, uma telha, um mau-humor que ninguém aguenta, nem eu.

Partilhado por AnaD às 13:31
Tags: ,

Dezembro 17 2012
Partilhado por AnaD às 09:09

Dezembro 02 2012

Uma das coisas que mais me lembro quando era miúda, e não lembro de muitas, é a minha teoria do estômago, eu achava que o estômago era como uma cómoda, com várias gavetas, cada uma para determinado alimento, por exemplo a gaveta das iscas e dos grelos era minúscula, dava para guardar um par de brincos, já a das batatas fritas, do chocolate e dos ovos era enorme, assim tipo bau para guardar cobertores.

Ainda hoje, há sempre um espacinho para uma gulodice.

Partilhado por AnaD às 21:23
Tags:

Lisboa é a minha cidade, é quem sou e condiciona o que penso e o que sinto, por isso ao partilhar Lisboa, partilho angústias e alegrias, revoltas e compreensão ... no fundo é um local de partilha de sentimentos!
mais sobre mim
Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
19
20
22

23
24
25
29

30


pesquisar
 
Contómetro

2013 Reading Challenge

AnaD Domingos has read 0 books toward her goal of 24 books.
hide
comentários recentes
Bom diaAcordei bem disposto e também me apetece p ...
ahahah
http://muitaviagem.com.br/reveillon-2016-ano-novo-...
É nuito bonito voçes me fizeram mais feliz
Que aspecto delicioso! Adoro! Bjs bom fim de sema...
Olá Ana! Recebi o teu postal, através do PPC, ador...
Grande Webber, sem capacete! Vou ter saudades dest...
Pois, não foi ontem.Acho mesmo que será o melhor ...
Será já amanhã? Já tem a Pole...A ver vamos, boa s...
Li este post já tem um tempão, mas sinto o mesmo q...
Talvez depois do Seb ser campeão (como se fosse po...
blogs SAPO
RSS