Partilhar Lisboa

Julho 31 2009

Este blog vai mudar o aspecto... estou aqui sentada a fazer o novo layout do blog, um layout que é perfeito: simples, bonito, limpo, actual e tem uma imagem que é a cara deste blog... mas... digo-vos, estou de coração partido, está a custar-me imenso, porque me apeguei a este vermelho e ao meu diabinho - simbolo do meu 666º post - e agora vou apagá-lo.

Ai ai ai não devia sentir-me assim. 

Partilhado por AnaD às 01:17

Julho 30 2009

Com toda esta trabalhada, há uma coisita boa... comida nem vê-la!

Partilhado por AnaD às 21:37

Julho 30 2009

Não tentem entender ou ler nas entrelinhas, isto só eu entendo, só eu conheço a dor, mas se não a deitar cá para fora ou enlouqueço ... ou expludo ... ou pior  faço uma asneira que me possa vir a arrepender.

Andei a semana passada a ter pesadelos todas as noites... eu bem sei porquê, foi aquela triste ideia do aniversário, e todos os acontecimentos que se seguiram.

Esta semana estive mais serena, sonos agitados como sempre, insónias, mas nada de pesadelos, esta noite até tive um bom sonho, daqueles que nos fazem sorrir de manhã... depois recebo uma boa notícia... mas claro condicionada, eu já devia saber que na minha vida tudo é condicionado, e já devia estar preparada... mas não, estúpida como só eu, ainda me consigo iludir e consequentemente desiludir com as situações, com as pessoas... com a p*** da vida! 

E agora recordo-me do sonho que tive de manhã e muita coisa faz sentido ... inclusive porque é que fiquei tão magoada com um simples pormenor. E olho para a foto que esta aqui em baixo e nas das minhas pimpolhas, e apesar de não me secarem as lágrimas param-me os soluços, porque estas três almas gostam de mim incondicionalmente... gostam porque gostam pelo simples gosto de amar.

Cada ano tem 365 dias... eu gostava que num deles fosse a personagem principal... mas não, continuo a ser uma simples figurante... Bem sei que nos restantes 364 dias faço por passar despercebida, mas p***a um dia não são dias, eu peço um mísero dia. 


PS. Eu irei apreciar a boa nova... claro que sim, mas até lá estou assim!

Partilhado por AnaD às 17:45
Tags:

Julho 30 2009

 

Partilhado por AnaD às 00:02

Julho 29 2009

Pois parece que o Sr. Michael Schumacher vai voltar a sentar o seu (jeitoso) rabiosque num F1 e substituir o Felipe Massa nas provas a que o brasileiro venha a faltar.

Não defendi este regresso, apesar de ser em circunstancias muito particulares, mas pronto se ele decidiu, eu apenas tenho de me refastelar no sofá e apreciar o seu regresso.

A não ser que ... heiii quem quer ir a Spa aproveitar a ultima oportunidade de ver o Schummi a dar-lhe forte e feio em Eau Rouge? Hummm?? Anyone??

Partilhado por AnaD às 22:22
Tags:

Julho 28 2009

Não por um vampiro jeitoso que me transformaria numa lindíssima imortal ...mas por um bicho qualquer - preferia que tivesse sido uma melga, é que se é uma pulga estou lixada com F de cama - que me deixou uma "baba" enorme na minha perna. 

Deixo aqui um grande bem haja para a equipa que desenvolve o Fenistil Gel ... grande invenção! 

Partilhado por AnaD às 00:28
Tags:

Julho 27 2009

 

Belíssimo desenho do muito talentoso Bruno Mantovani (recomendo uma visitinha ao blog dele) adorei o pormenor do penso rápido. Não é certamente por falta de apoio que o Felipe não recuperará rapidamente. É bonito ver esta comunidade unida no apoio ao piloto. Claro que já há uns abutres em torno do "possível" lugar vago deixado por Massa para sabe-se lá quantas corridas.

Partilhado por AnaD às 22:22
Tags:

Julho 25 2009

 

Foi um valente susto, o carro vermelho meio enterrado num muro de pneus, e um capacete verde sem sair do carro. 

Esta geração a que pertenço, a geração que viveu o aquele fim de semana de 1994, sempre que vê o acidente destes dispara um alarme numa parte do cérebro, e um voz vinda do nosso inconsciente diz: é desta que a história se repete. Felizmente não foi, mas foi por muito pouco.

Se calhar muitas pessoas que aqui me lêem acham estranho este modo de pensar, mas para quem acompanha o "circo" da F1, estes homens entram de duas em duas semanas nas nossas vidas, partilhando connosco a paixão por este desporto. Dando-nos alegrias, tristezas... e preocupações. 

15 anos depois o mundo é diferente. E eu noto essa diferença, porque há 15 anos atrás foi pela televisão que recebi aquela notícia chocante. Hoje o mundo é diferente, hoje não esperei noticias sobre o Massa numa TV ou num jornal, hoje estes homens que são mais que homens mas não são deuses, estão muito mais próximos de nós, hoje só fiquei realmente aliviada quando li pelos dedos de um deles que afinal este não é mais um capitulo negro da F1. É que ele estava lá * ... e à distância de um twit.

E não é preciso conhecer estas pessoas, para sentir a angustia de um pai que vê um filho submerso em pneus, ou de uma esposa que por um segundo vê certamente o futuro de um filho sem conhecer o pai... é que ele podem aparecer-me através de um écran, mas são pessoas, como eu.


* Ainda têm de me explicar, mas como se eu fosse muiiiiito burra, como é que podem tentar culpar o Barrichello do acidente.

Partilhado por AnaD às 22:22
Tags:

Julho 24 2009

A capacidade de aprender com os erros é uma das coisas que nos define como seres humanos. O que me faz desconfiar que eu sou de outra especie, quiçá de outro planeta.

Se para o ano eu tiver alguma ideia de marcar algum tipo de comemoração para o meu aniversário, por favor alguém que me atire uma bigorna à cabeça. 

Partilhado por AnaD às 10:13
Tags:

Julho 21 2009

 

 
Titulo - O Jardim Encantado (Garden Spells)
Autor - Sarah Addison Allen
Editora -  Quinta Essência
Sobre o Livro - Num jardim escondido por trás de uma tranquila casa na mais pequena das cidades, existe uma macieira e os rumores que circulam dão conta de que dá um tipo muito especial de fruto. Neste encantador romance, Sarah Addison Allen conta a história dessa árvore encantada e das extraordinárias pessoas que dela cuidam...
As mulheres da família Waverley são herdeiras de um legado mágico — o jardim familiar, famoso pela sua macieira, que produz frutos proféticos, e pelas suas flores comestíveis, imbuídas de poderes especiais que afectam quem quer que as coma. 
Proprietária de uma empresa de catering, Claire Waverley prepara pratos com as suas plantas místicas — desde as chagas que ajudam a guardar segredos até às bocas-de-lobo destinadas a desencorajar intenções amorosas. Entretanto, a sua idosa prima Evanelle é conhecida por distribuir presentes inesperados cuja utilidade se torna mais tarde misteriosamente clara. São elas os últimos membros da família Waverley — com excepção da rebelde irmã de Claire, Sydney, que fugiu da cidade há muitos anos.
Quando Sydney regressa subitamente a Bascom com uma filha pequena, a tranquila vida de Claire sofre uma reviravolta, bem como a fronteira protectora que erigiu tão cuidadosamente em redor do seu coração. Juntas uma vez mais na casa onde cresceram, Sydney reflecte sobre tudo o que deixou para trás ao mesmo tempo que Claire se esforça por sarar as feridas do passado. E em pouco tempo as irmãs apercebem-se de que têm de lidar com o seu legado comum para viverem as alegrias do futuro que se anuncia.
Encantador e pungente, este fascinante romance irá, seguramente, enfeitiçar o leitor.
Nota Pessoal - Ofereci este livro a uma amiga no Natal passado (acho que foi no Natal), uma amiga a quem empresto sempre os meus livros, por isso tento dar-lhe livros que eu não irei comprar... depois ela empresta-me e se eu não gostar paciência - eu sou muito mais esquisitinha que ela. Comecei a lê-lo e ainda presa ao preconceito o livro não avançava, sou pouco dada a livros com histórias mágicas a atirar para o esotérico. No entanto nestas férias resolvi que ia acabar o livro, e acabei por o ler em dois dias. É uma história deliciosa, cuja essência é a ligação entre duas irmãs tão diferentes, mas com tanto em comum. É um romance que nos aquece o coração e a personagem da Bay transpira ternura em cada palavra. A escrita de Sarah Addison Allen é bastante fluida e muito cativante, dá sempre vontade de ler mais um bocadinho.
Recomendo vivamente para quem acredita que há coisa que fogem ao nosso poder ... e aos que não acreditam também!

Julho 20 2009

Gostava de um dia passar uma tarde à conversa com o Prof. Carvalho Rodrigues, e por conversa entenda-se ele a falar e a explicar e eu a ouvir e a perguntar.

Há muito cientista talentoso e cheio de conhecimento, mas o Prof. Carvalho Rodrigues tem o dom da comunicação... e um sentido de humor que deve ser delicioso.

Partilhado por AnaD às 23:35

Julho 17 2009

Cheira-me a praga vinda do nuorte! 


Julho 16 2009

Um projecto abandonado vai ser retomado!

Partilhado por AnaD às 11:11

Julho 15 2009

Acabei de constatar que não sei quem ganhou o torneio de Wimbledon este ano!!

Partilhado por AnaD às 22:16

Lisboa é a minha cidade, é quem sou e condiciona o que penso e o que sinto, por isso ao partilhar Lisboa, partilho angústias e alegrias, revoltas e compreensão ... no fundo é um local de partilha de sentimentos!
mais sobre mim
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
18

19
22
23

26


pesquisar
 
Contómetro

2013 Reading Challenge

AnaD Domingos has read 0 books toward her goal of 24 books.
hide
comentários recentes
Bom diaAcordei bem disposto e também me apetece p ...
ahahah
http://muitaviagem.com.br/reveillon-2016-ano-novo-...
É nuito bonito voçes me fizeram mais feliz
Que aspecto delicioso! Adoro! Bjs bom fim de sema...
Olá Ana! Recebi o teu postal, através do PPC, ador...
Grande Webber, sem capacete! Vou ter saudades dest...
Pois, não foi ontem.Acho mesmo que será o melhor ...
Será já amanhã? Já tem a Pole...A ver vamos, boa s...
Li este post já tem um tempão, mas sinto o mesmo q...
Talvez depois do Seb ser campeão (como se fosse po...
blogs SAPO
RSS